terça-feira, 8 de maio de 2012

QUESTÃO DO ENADE 2006

QUESTÃO DO ENADE 2006 - COMENTADA PELO PROFESSOR VINICIUS CALDAS



A CAR (Companhia Agropecuária Rondonópolis) está analisando a implantação de um projeto de investimento no nordeste brasileiro para a produção de frutas com destino ao mercado europeu. Metade do capital necessário ao investimento virá de uma linha de crédito a ser obtida junto ao BNB (Banco do Nordeste do Brasil), e a outra metade virá de capital próprio, a ser captado através do lançamento de ações da empresa no mercado de capitais brasileiro. O investimento será de R$ 120 milhões, com benefícios anuais líquidos de R$ 20 milhões, em perpetuidade. O custo de capital junto ao Banco deverá ser de 8% a.a. e o custo do capital próprio é de 12% a.a.. Neste projeto não se deve considerar o Imposto de Renda. A equipe que realizou a análise de viabilidade financeira do projeto encontrou diferentes valores, tais como:

I - valor presente líquido do projeto: R$ 80 milhões;
II - valor presente líquido do projeto: R$ 200 milhões;
III - custo médio ponderado de capital do projeto: 8% a.a.;
IV - custo médio ponderado de capital do projeto: 10% a.a.;
V - custo médio ponderado de capital do projeto: 12% a.a..

Para se definir a viabilidade financeira do projeto, devem ser utilizados, apenas,
(A) I e III.
(B) I e IV.
(C) I e V.
(D) II e III.
(E) II e IV.

Solução
 
Trata-se a presente questão de um fluxo perpétuo, ou seja, não se sabe o momento em que os benefícios deixarão de ser pagos. Neste caso, o valor do VPL será igual ao valor presente destes fluxos em perpetuidade menos o valor do investimento, sendo calculado a partir da fórmula:

VPL = (PMT / i) - Investimento,

Onde: PMT = Fluxos líquidos de caixa; i = taxa de desconto.

Para o cálculo da taxa de desconto, deve-se usar a conhecida fórmula do WACC (Custo médio poderado de capital), tendo em vista que a empresa utiliza em sua estrutura de capital duas fontes de recursos (capital próprio e de terceiros). Logo:

WACC = (%PO x Ki) + (%PL x Ke), sendo %PO e %PL os percentuais de recursos, de terceiros e próprios, que a empresa usa, respectivamente. Neste caso, 50% para cada. Ki e Ke são os custos de capital de terceiros e próprio, como é dado na questão. Para o Ki deveríamos usar o desconto do IR, mas a questão diz para desconsiderar o imposto. Assim o Ki = 8% a.a e o Ke = 12% a.a.

Aplicando na fórmula do WACC, temos:

WACC = (50% x 8%) + (50% x 12%)
WACC = 4% + 6%
WACC = 10% a.a ou 0,1

Aplicando na fórmula da perpetuidade do VPL, temos:

VPL = (PMT / i) - Investimento,
VPL = (20.000.000 / 0,1) – 120.000.000,00
VPL = 200.000.000,00 – 120.000.000,00
VPL = 80.000.000,00


Logo a resposta correta é a letra B.




Nenhum comentário:

Postar um comentário